quinta-feira, 5 de maio de 2011

FILME CÓDIGO DE CONDUTA


Caros Universitários você pode postar no fim desta página sua resenha crítica do filme Código de Conduta, onde você irá dar sua opinião da atitude e das ações de violência que violam o código de ética estabelecido pelo Estado que está na Constituição Federal.

No Capítulo I da Constituição Federal de 1988 que trata dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos no Art. 5.º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes.

3 comentários:

  1. O filme “Código de Conduta”, conta a história de um pai, Clyde Shelton (Gerard Butler), que busca justiça pela a morte de sua esposa e filha que são brutalmente assassinadas por dois homens que invadem sua casa. O filme busca denunciar e criticar o sistema judiciário americano. Evidenciamos a falha neste sistema quando Clyde, mesmo reconhecendo os assassinos, não pode fazer nada quando um deles, Darby, sai da prisão depois de pouco tempo. Liberdade conseguida através de um acordo com o advogado Nick Rice (Jamie Foxx) que vive fazendo acordos com assassinos para manter um alto nível de condenação.
    Inconformado com esta situação, Clyde espera dez anos para iniciar uma vingança, não somente contra os assassinos, mas também contra todo sistema judiciário. Assim ele começa a matar, além dos assassinos, todos que direta ou indiretamente participaram do julgamento destes que tiraram a vida da sua família. Após matar os assassinos de sua esposa e filha, Clyde é preso e de dentro do presídio inicia seu plano de derrubar todo sistema judiciário americano e, além disso, vai tentar ensinar ao advogado Nick que não é legal fazer acordos com assassinos. Até este momento do filme concordo com todas as ações deste pai, que se sentindo injustiçado, vai buscar justiça com as próprias mãos já que não pode contar com a ajuda do Estado, que por sua vez mostrou-se falho no julgamento do crime.
    A partir do momento que Clyde é preso, o filme começa a girar em torno de assassinatos e acordos entre Clyde e Nick, até que este último aprende e enxerga que seu ato de fazer acordos com assassinos é um ato egoísta e que só contribui para aumentar as injustiças sociais. Com este aprendizado Nick deixa de fazer acordos com Clyde e busca detê-lo em sua vingança que no momento já passou dos limites, pois sua procura por justiça até certo ponto é justificável, mas a partir do momento que ele passa a matar também pessoas de certa forma inocentes, seu ato passa a ser imoral. O filme tem seu desfecho com a morte de Clyde e com o renascimento de Nick Rice que aprende a lição e passa a trabalhar realmente em favor da JUSTIÇA.
    Justificativa da nota: Bem acredito que mereço a nota máxima, pois me dediquei bastante, tive comprometimento com a disciplina, não só nesta etapa da mesma, mas em sua totalidade e penso que todo este envolvimento mereça um dez.
    Renata do nascimento, e-mail: renata-nascimento1@hotmail.com
    Curso de Filosofia

    ResponderExcluir
  2. O filme Código de Conduta mostra o comportamento de um pai, Clyde Shelton, que teve sua casa invadida por 2 assassinos, e estes, o feriram e ainda mataram sua esposa e sua filha, 5 anos mais tarde esse assassino é julgado inocente, isso também por influência e resultado de acordo costurado pelo Promotor Nike Rice.
    Tal fato causou revolta no pai, que se sentiu injustiçado por tal atitude tomada pela justiça. A partir daí ele decidiu fazer justiça com as suas próprias mãos, e 10 anos após o assassinato, um dos malfeitores é encontrado morto.
    Inicialmente ele matou e atacou o assassino de sua família, depois dessa atitude ele foi procurado pela justiça e preso pela polícia, nesse momento iniciou-se um jogo entre ele e o Sistema Judicial, que negociavam sua confissão, com uma série de acordos que eram impostas por ele, demonstrando-se assim sempre um passo a frente da Justiça. Tudo foi acontecendo de forma friamente pensada, ele praticava suas ações com muita inteligência, sem deixar rastros, tudo ia acontecendo a sua maneira. Todas suas atitudes e seus atos de vingança voltam-se a um objetivo denunciar a incoerência e a as injustiças cometidas pelo Sistema Judiciário Americano.
    Ao assistir o filme Código de Conduta, o que se pode perceber, é que este vem nos fazer refletir e pensar melhor sobre nossas ações diante das diversas situações nas quais somos submetidos. Além do mais vem chamar atenção para que possamos pensar mais sobre as atitudes que tomamos. No filme poderia dizer que o pai foi realmente foi injustiçado, mas que isso não justificava suas ações diante desse caso, nem tudo era justificável. Relacionada a figura o promotor, este com suas atitudes, só estava contribuindo ainda mais para a crescente injustiça social.
    Assim o que podemos compreender é que somos legalmente assegurados com o direito à vida, à liberdade, à segurança e tantos outros, as vezes muitas pessoas em seus atos desumanos, nos rouba esses diretos, gerando dessa forma esse absurdo que é a violência e as injustiças sociais, que fere a dignidade e os valores humanos, e tais fatos são exemplos das infrações ao código de ética.
    Nós devemos rever nossa postura, avaliar nossas ações, e lutar por uma sociedade mais justa que possa mudar essa trise realidade que vivemos hoje, afim de que a ética seja realmente um fator de valor humano.

    Justificativa da nota: Todos nós alunos almejamos por notas satisfatórias, comigo não é diferente, então acredito que eu seja merecedora da nota máxima, pois realizei este trabalho com bastante empenho e dedicação, afim de alcançar um conhecimento sólido e proveitoso tanto para minha formação estudantil, quanto pessoal e social, idealizando assim a ampliação de meus conhecimentos e práticas acerca da ética.

    Maria Janaina da Silva Paula, Curso de Filosofia.
    E-mail: Janainabarrace@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. Clyde tem sua mulher e filha mortas quando dois bandidos invadem sua residência. A Justiça se mostra falha ao libertar um dos culpados com um acordo estabelecido pelo promotor Nick após poucos anos cumprindo pena. A vingança neste caso se torna justificável e o pacato Clyde logo mostra sua fúria elaborando planos perfeitos para executá-la. O problema é que, estando morto os dois criminosos, Clyde arma novos planos cuja finalidade é executar a todos os envolvidos neste processo judicial, incluindo o próprio Nick.

    Mesmo sendo puro entretenimento de ação, “Código de Conduta” emite uma interessante denúncia ao sistema judiciário americano. Um dos melhores momentos do filme é uma envolvendo Clyde e a Juíza Laura Burch , uma prova do que é um roteiro bem escrito. Infelizmente, é na narrativa de Kurt Wimmer que há o ponto comprometedor. Há tantos esforços para potencializar a ação e gerar novas surpresas para tudo desmoronar na meia hora final. A partir deste instante, o “Código de Conduta” acumula muitos furos e converte de herói para vilão o personagem de Gerard Butler.

    Existem situações em que nossas escolhas influenciarão só a nós mesmos. Há outras em que elas afetarão pessoas próximas, comunidades ou até nações. Isso acontece pelo fato de o indivíduo agir da maneira como a sociedade o ensinou e diante disso vê o direito de julgar as ações de qualquer indivíduo que venha as praticar.

    Justificativa da nota: Creio que mereço uma nota oito pois sei das dificuldades encaradas por cursar uma universidade em outra cidade.Sei que meu máximo ainda não consegui expor.Creio que posso e devo melhorar ainda mais como aluno e pessoa.

    Santiago Pontes Freire Figueiredo, Filosofia
    E-mail: santiago_koala@hotmail.com

    ResponderExcluir